quarta-feira, 13 de julho de 2016

Memória histórica do concelho de Nisa - Montalvão

Uma (real) praga de gafanhotos
Uma imensa praga de gafanhotos assolou, na Primavera de 1902, algumas freguesia do concelho de Nisa, conforme se dá conta da correspondência enviada pela Administração do Concelho ao Governo Civil de Portalegre e aos regedores das freguesias de Montalvão, Alpalhão e S. Simão, certamente as mais atingidas por esta calamidade.
"Os serviços de extinção dos acrídios nos suburbios d´esta villa está sendo feito e dirigido por uma forma digna de todo o louvor. Lavradores e proprietários coadjuvam todos os dias o pessoal encarregado da destruição por meio de fumos.
Querem supplantar em actividade o povo de Montalvão que continua mourejando na batalha. Para Vª Exª fazer uma ideia da actividade empregada, basta dizer-lhe que hontem só 130 pessoas conseguiram apanhar à distancia de 3 kylometros d´esta villa 3000 kylogrammas de gafanhotos ou sejam 200 arrobas. Que quantidade de milhões foram extinctos! Remeto hoje pelo correio a Vª Exª uma caixa cheia d´aquelles insectos, a fim de se dignar pesar uma quantidade d´elles, e depois de contados poder calcular quantos podem entrar n´um kylogramma. Hoje espera-se maior colheita, visto que o tempo melhorou. A destruição por meio de maçaricos a gasolina torna-se dispendiosa e poucos resultados tem dado por ora.
Convem acrescentar que a mortandade feita a fogo não entra no numero de kylogrammas atraz referido.
Deus guarde Vª Exª - Nisa, 16 de Abril de 1902"
Carta ao regedor da freguezia de Montalvão
"Vai hoje o digno agronomo Sr. Sá Vianna a fim de continuar a dar instruções sobre a extinção dos gafanhotos. Vou rogar a Vª Exª que, enquanto se não tomarem outras providencias, se digne ir cumprindo as disposições do Regulamento de 20 de fevereiro ultimo, e que preste todo o auxilio ao mesmo sr. agronomo, na missão de que vai incumbido.
Deus guarde Vª Exª - Nisa, 18 de Abril de 1902