sábado, 16 de julho de 2016

TOLOSA: Tornado provoca avultados prejuízos

Cerca de 300 azinheiras centenárias foram arrancadas pela força do vento, segunda-feira à tarde, em duas herdades nas zonas de Nisa e Crato, no Alentejo, disse hoje à agência Lusa o proprietário das explorações.
"Foi tudo muito de repente. O barulho do vento parecia helicópteros a passar", relatou hoje António Luz, ao descrever o rasto de destruição.
O vento forte provocou ainda o desmoronamento de um casão agrícola, destelhou dois anexos e destruiu cercas nas herdades da Granja e Azinhal, na freguesia de Tolosa, concelho de Nisa e que se estendem pelo do Crato.
A força do vento, segundo o mesmo agricultor, projectou as chapas do telhado do casão "a mais de um quilómetro de distância".
"Nunca tinha visto nada assim", assegurou António Luz, que se encontrava no local, segunda-feira à tarde.
O proprietário indicou que o vento soprou forte entre as 14,30 e as 15,00 horas, mas "com maior intensidade durante um minuto".
"Foi tudo muito de repente. Só tive tempo de me abrigar num outro casão do monte", recordou o agricultor, que viu, além das azinheiras centenárias, serem arrancados alguns carvalhos.

Mário Mendes in "O Distrito de Portalegre" - Fevereiro 2010