sexta-feira, 14 de outubro de 2011

NISA: “Artilheiros” comemoraram 75 anos de vida

Mais vale tarde do que nunca, terão pensado os naturais ou residentes em Nisa, nascidos em 1936 e que se juntaram para assinalar 75 anos de vida.
O encontro realizou-se no dia 2 de Outubro e serviu para se reverem amigos de infância e juventude, contarem histórias daqueles tempos difíceis, para além de se reforçarem os laços de amizade.
No convívio gastronómico, com um almoço servido a preceito, degustaram-se as especialidades da cozinha tradicional alentejana.
O encontro foi organizado pelo “artilheiro” Parente e os participantes fizeram questão de marcar encontro para o próximo ano, deixando uma promessa e desafio: que venham todos!

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Mais de 40 dadores em Alpalhão


No primeiro sábado de Setembro: a antiga extensão do Centro de Saúde de Alpalhão recebeu uma colheita de sangue, a segunda realizada em 2011. Ao apelo da Associação de Dadores Benévolos de Sangue de Portalegre – ADBSP – disseram sim 43 voluntários, 17 dos quais do sexo feminino.
Uma vez levados a cabo os exames de saúde: nem todos puderam colaborar, pelo que foram recolhidas nesta freguesia do Concelho de Nisa 39 unidades de sangue.
Num restaurante da localidade foi servido o almoço convívio, comparticipado pela Junta de Freguesia de Alpalhão.
António Eustáquio da ADBSP realça que esta colheita decorreu de um modo elevado, sendo certo que Alpalhão já tem movimentado mais dadores.
Acções programadas
A 17 de Setembro tem lugar a colheita levada a cabo em colaboração com o Grupo Motard Portalegre. Será na parte da manhã nas instalações do Banco de Sangue do Hospital Doutor José Maria Grande, estando a acção aberta a todos os interessados que desejem doar um pouco de si. A um de Outubro está agendada uma brigada para o Quartel dos Bombeiros Voluntários de Sousel.
Apareça e visite: www.adbs-portalegre.pt .
JRR

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Queijo de Nisa na nova série de selos dos Correios de Portugal

O Queijo de Nisa é um dos que integra a série "Queijos Portugueses", composta de cinco selos e um bloco, que os Correios de Portugal lançaram no passado dia 21 de Junho.
Os selos, emitidos em folhas de 50 unidades, têm os seguintes valores faciais e tiragens:
• € 0,32 - 230.000 unidades
• € 0,47 - 220.000 "
• € 0,68 - 230.000 "
• € 0,80 - 190.000 "
Já o bloco tem valor facial de € 2,50, com tiragem de 60.000 unidades.
Foram emitidos também dois envelopes de 1º dia, um para a série e outro para o bloco.
SOBRE A EMISSÃO:
 Portugal, na sua estreiteza continental, não se pode orgulhar de ter bons pastos, sobretudo para gado graúdo... Mas em terra de escassez de erva alta são rainhas as cabras e as ovelhas. Os Açores são outra história. Ali, em São Miguel e nas outras Ilhas abençoadas, é imperatriz a "senhora dona vaca". A verdadeira vaca leiteira, entenda-se, e não o aspirador travestido de "vaca marcolina" na tradução paradigmática de vacum cleaner feita por alguns, já tocados pelas grandezas americanas da emigração local...
Por isso, até pela pobreza do solo, a pastorícia sempre esteve presente nas lusas terras como modo de subsistência antiquíssimo, muitas vezes complementando de forma sustentável avant la lettre o amanho da terra, negociando-se entre lavradores e pastores a forma de pagar 'o pasto' que alimenta o gado de pelo ou de lã, o qual por sua vez devolve à terra-mãe os adubos naturais.
É claro que em terras de rebanho o queijo é rei. O queijo pode ser o mais antigo alimento processado da Humanidade. Passados os tempos da caça, da pesca, da recolecção de frutos e legumes, depois de dominado o segredo do fogo, terá aparecido o Queijo. Documentos históricos situam a sua gênese no vale dos dois rios e no Egito, cerca de 3.500 anos antes de Cristo. Em Portugal, faz-se, seguramente, desde os tempos neolíticos.
Fazer queijo, qualquer queijo, é uma arte. Pelo menos o queijo feito à mão, intuitivamente trabalhado por mãos experientes, onde o conhecimento é passado de mãe para filha de pastor, atentas aos detalhes: à temperatura da mão, ao tempo do coalho, ao virar e à mudança das cintas, ao pasto de giesta ou de outras gramíneas de altitude que em muito influenciam o sabor do produto final.
Em homenagem aos pastores, às suas mulheres, e a todos os que ainda trabalham nas queijarias e rouparias tradicionais de Portugal fizemos esta emissão de selos comemorativos.

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Nisa recebe um filho ilustre: QUINTINO AIRES

Psicólogo vem debater "Problemas da juventude na actualidade"
No próximo dia 28 de Fevereiro (segunda feira) o psicólogo Dr. Quintino Aires participa em debates sobre os problemas da juventude na actualidade, promovidos pela Escola EB2,3 de Nisa.
Na Escola EB2,3 de Nisa decorreu uma acção de formação intitulada “Eu e os Outros”, realizada em colaboração com o Instituto da Toxicodependência (IDT) e dirigidas aos directores de turma. Na sequência desta acção, os alunos da turma do 12º ano trabalharam a “História 4” que remete para os vários problemas / vícios que caracterizam os jovens actualmente. Ocorreram reflexões e debates, desenvolveram-se trabalhos e surgiu a ideia de convidar o Dr. Quintino Aires para participar na abordagem dos temas em foco. É neste âmbito que se concretizam, na próxima segunda feiras dois debates com a participação daquele psicólogo: - o primeiro debate ocorrerá na Biblioteca da Escola EB2,3 de Nisa, com início às 8H30; - o segundo debate ocorrerá às 10H30 no Cine Teatro de Nisa e será aberto à participação de toda a comunidade.
Um ilustre filho de Nisa
Joaquim Maria Quintino Aires nasceu em Nisa, a 6 de Agosto de 1967. Psicólogo Clínico, exerce nas áreas da Psicoterapia e Neuropsicologia. Licenciou-se e obteve o grau de mestre em Psicologia na Universidade de Lisboa, prepara uma tese de doutoramento em Psicolinguística na Universidade Nova de Lisboa e completa a sua formação de psicólogo com estudos de Neurociências, Antropologia e Linguística. Desde 1991 leccionou em várias universidades portuguesas, sendo actualmente docente na Universidade Autónoma de Lisboa. Em 1996 fundou o primeiro instituto para a profissionalização de psicólogos clínicos. Colabora com várias universidades estrangeiras e ensina psicoterapia em Lisboa, São Paulo e Madrid. Desde 1998 colabora regularmente em programas de televisão, nomeadamente Fátima Lopes (SIC), Especial Informação (TVI), Elas em Marte (SICMulher), Você na TV (TVI), 6teen (SICMulher), Prova de Amor (RTP) e Contacto (SIC). Considera as viagens que faz, não apenas como um tempo lúdico, mas também uma oportunidade de aprendizagem sobre o comportamento humano.
(Esta súmula curricular é das Edições ASA e está um pouco desactualizada dado que, em 2007, Quintino Aires obteve o Doutoramento em Psicololinguística na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova)
É desta Universidade que obtivemos os dados seguintes:
(1985 - 1990) Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação. Licenciatura em Psicologia (Psicologia Clínica), com classificação final de Bom (14 Valores). (1993 - 1998) Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação. Mestrado em Psicologia (Psicologia Cognitiva). Título da dissertação: "Diferenças laterais no tratamento da informação visual”, com orientação do Professor Doutor Carlos de Brito Mendes, e classificação final de Bom com distinção. 2007 – Doutoramento em Psicolinguistica, FCSH/UNL
Quintino Aires, Professor Emérito da Universidade Estatal de Moscovo
O Prof. Doutor Quintino Aires recebeu o título de Professor Emérito da Universidade Estatal de Moscovo. A cerimónia teve lugar na sala do conselho científico da Faculdade de Psicologia no dia 28 de Abril de 2009. O Ofício e as insignias foram entregues pelo Professor Yuri Zinchenko.
É este nosso conterrâneo (a mãe é natural de Nisa e o pai, já falecido, natural de Gáfete) que nos visita. Bastante conhecido de diversos programas televisivos, o Prof. Dr. Quintino Aires tem um extenso e notável currículo, várias obras publicadas e uma actividade profissional bastante preenchida.