sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

ALENTTERRA em Góis com Bruno Alvarinhas


O AlenTTerra - Clube de Actividades de Ar Livre do Alto Alentejo promove no dia 17 de Março um Passeio de Motos a Góis para um encontro com o campeão nacional de enduro, Bruno Alvarinhas. 
Paulo Ferreira, presidente do Conselho Fiscal da Alentterra, tomou a iniciativa de organizar um encontro/workshop/passeio de motos TT em Góis, mas tornou-o muito especial, ele será abrilhantado com a presença de Bruno Alvarinhas, jovem piloto que por duas vezes foi campeão Nacional de Enduro.
Se querem aprender algumas técnicas, conhecer este jovem talento e ainda divertir-se não podem escolher melhor oportunidade.
O AlenTTerra está a organizar transportes para os participantes que se inscrevam atempadamente, bastando para isso enviarem um e-mail para: alentterra@gmail.com que logo serão contactados para o preenchimento da respetiva ficha de inscrição.
Se preferirem fazer a inscrição por telefone podem fazê-lo para:
- Paulo Ferreira - 965132520
- Filipe Pinheiro - 963888716
- Lionel Tomás - 934864547
 Esta actividade apenas terá como despesa o valor da refeição que rondará os 10 euros por pessoa e a gasolina das motos.
Não é preciso acrescentar mais nada, vamos em força a Góis no próximo dia 17 de Março.

Sinalização e marcação do Caminho de Santiago no concelho de Nisa

 O Sector de Atividades Desportivas e Lazer da Câmara Municipal de Nisa está a implementar o projeto de Sinalização e Marcação do Caminho de Santiago na sua passagem pelo concelho de Nisa.
O principal objetivo deste projeto é a correta orientação dos peregrinos que se dirigem a Santiago de Compostela, mas tem outros objetivos transversais, como a definição de etapas que contemplem a pernoita de peregrinos tanto em Alpalhão como em Nisa, contribuindo desta forma para a sustentabilidade do comércio local designadamente nas vertentes da restauração e da hotelaria. 
 Foram realizados trabalhos de prospeção, de reconhecimento e de limpeza em troços do Caminho e está em curso a sinalização e marcação do percurso. O projeto assume relevância, numa altura em que, tanto a sul como a norte do Tejo, os municípios que integram este itinerário se estão a mobilizar no sentido de procederem ao seu levantamento e sinalização.
 Nisa integra um dos itinerários portugueses mais antigos até Santiago de Compostela, designado por Caminho Português do Interior, também conhecido como Caminho Português do Leste. Têm o seu início em Tavira, no Algarve e entra na Galiza por Chaves, ligando-se ao Caminho Sanabrês (prolongamento da Via da Prata) e seguindo por este até Santiago. 
Existem diversas referências iconográficas, toponímicas a Santiago no concelho de Nisa. Na obra “Vias Portuguesas de Peregrinação a Santiago de Compostela na Idade Média” de Humberto Baquero Moreno, é referido um documento que se encontra na Torre do Tombo [ Chancelaria de D. Afonso V, livro 15, folha 45 v.], onde é relatado um episódio ocorrido em 1455, envolvendo um casal de peregrinos alemães que se dirigiam a Santiago da Galiza e que  apresentaram ao Juiz da Vila de Nisa, a queixa de terem sido assaltados por três vaqueiros no caminho entre Castelo de Vide e Nisa.
O Caminho Português do Interior entra no concelho de Nisa, junto às passadeiras da Ribeira de Sor, na confluência das freguesias de Vale do Peso (Crato) e de Alpalhão (Nisa), estende-se por cerca de 35 km até alcançar a ponte sobre o rio Tejo (Vila Velha de Ródão). Atravessa as freguesias de Alpalhão, Espirito Santo, Nossa Senhora da Graça, S. Simão e Santana e as localidades de Alpalhão, Nisa e Pé da Serra.
A sinalização deste itinerário contempla três fases distintas:–Sinalização e marcação com setas amarelas e a vieira de Santiago, que nalguns troços comporta também a colocação de postes de madeira e marcos em cimento (sinalética convencionada para a orientação dos peregrinos);– Colocação de sinalética complementar: placas direcionais urbanas, leitores de paisagem ou painéis indicativos;– Formalização de proposta à Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal, no sentido de homologar este itinerário como um percurso de Grande Rota.
Fonte: CMNisa

sábado, 9 de fevereiro de 2013

AMIEIRA DO TEJO: Inicaminhada "Trilho das Jans"


A Inijovem promove no próximo dia 23 de Fevereiro, um passeio pedestre em Amieira do Tejo "PR1 - Trilho das Jans", com o seguinte programa:
- 08H30: Concentração na Barca da Amieira;
- 09h00: Início da Caminhada;
- 10h30: Reabastecimento 1 (junção PR1-A/PR1-B);
- 12h00: Reabastecimento 2 (painel/descida para o rio Tejo);
- 13h00: Chegada à Barca da Amieira/fim da caminhada;
(Almoço convívio “Leva o teu e come do de todos!”);
- Percurso: Barca da Amieira – caminho da Rainha Santa Isabel - Amieira do Tejo – rio Tejo – Muro de Sirga – Foz do rio Ocreza – Barca da Amieira;
- Distância: 12,6 km em circuito;
- Grau de Dificuldade: Médio;
- Tipo de Percurso: Em circuito, de pequena rota, por caminhos rurais, trilhos de pé posto, passagens ocasionais por asfalto, com alguns desníveis no terreno um  pouco acentuados, nomeadamente, junto ao rio Tejo; percurso pedestre marcado e homologado conforme as Normas da FCMP;
- Pontos de interesse: Amieira do Tejo, Vila Flor, Castelo Hospitalário de Amieira, antiga igreja de Vila Flor, Calvário e Capela de S. João Batista, rio Tejo, Muro de Sirga, Foz do rio Ocreza e Barca da Amieira;
- É obrigatório o pagamento no acto de inscrição, o qual inclui:
Seguro, enquadramento técnico na actividade, documentação, viatura de apoio e reabastecimentos;
- Data limite de inscrição: 21 de Fevereiro de 2013 (5ª feira);
- O transporte é da responsabilidade dos participantes.
Equipamento Aconselhável:
- Calçado cómodo e já habituado ao pé, botas de marcha ou de trekking;
- Peúgas de micro fibras, sem costuras, de poliéster ou de poliamida;
- Mochila cómoda (sandes, fruta e água);
- Impermeável (caso as condições atmosféricas o justifiquem);
- Bengala de marcha ou bastão articulado;
- Máquina fotográfica.